Notice: Undefined index: options in /home/garchen/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 123
texto2 - imensuraveis 5 - institutogarchen

Texto 2: Equanimidade, os outros imensuráveis, e seu real potencial interno

A equanimidade começa com não discriminar nem ser tendencioso em relação àqueles que você ama, com quem se dá bem facilmente ou que são agradáveis para você. Significa não gerar agressão em relação àqueles com quem você não se dá bem, que são diferentes de você — ou pior ainda, em relação àqueles que de alguma forma o machucaram no passado.

Enquanto houver discriminação e viés, não seremos capazes de obter o benefício terapêutico completo que as outras três Qualidades Imensuráveis podem nos proporcionar. Também é discutível se, sem um senso mental de atitude positiva igual para todos os seres, qualquer uma das Qualidades Imensuráveis pode ser gerada de forma totalmente sincera e pura. Portanto, no final, é muito importante não desenvolver discriminação ou viés, mesmo que o que desejamos seja amável bondade real, compaixão real e alegria real.

Se quisermos beneficiar apenas as pessoas que são gentis conosco, estamos de certa forma arrastados de volta mentalmente, pois criamos novamente uma divisão entre nós e os outros. Começamos a ser o centro de nossas ações novamente – afinal, as pessoas simpáticas são simpáticas conosco.

Como um famoso professor budista repetiu várias vezes: “Vamos ampliar nossas mentes. Em vez de deixar nossa mente ser um poça olhando pra si mesma, vamos transformá-la em um vasto oceano.”

Equanimidade e a Natureza da Mente

Até agora, o objetivo do nosso desenvolvimento das Quatro Qualidades Imensuráveis foi os seres sencientes. Essa abordagem orientada para o objeto é chamada de “abordagem relativa”. É sempre bom desenvolver e praticar dessa maneira, mas o estudo e a prática efetivos das Quatro Qualidades Imensuráveis podem ir ainda além disso.

No budismo, é dito que essas qualidades imensuráveis são o estado normal de sua própria mente quando os obscurecimentos na mente não estão presentes. Assim, filosoficamente falando, o objetivo de cultivar as Quatro Qualidades Imensuráveis pode ser alcançar o potencial máximo que sua mente já possui.

As Quatro Qualidades Imensuráveis são ensinadas sabendo que o cerne de sua natureza é nada além de gentileza, nada além de compaixão, nada além de alegria, nada além de imparcialidade.

A partir desse ponto de vista, a prática das Quatro Qualidades Imensuráveis não “progride” do amor bondoso para a compaixão, da compaixão para a alegria e, em seguida, para a equanimidade. Ela começa com todas essas qualidades juntas, pois o caminho é aproximar cada vez mais sua própria mente de sua natureza inata. A mente então reconhece sua natureza como nada além do fluxo de amor bondoso, compaixão e alegria, todos impregnados de equanimidade.

Existem meditações que se concentram diretamente nesse tema da natureza da mente, e dizem ser mais avançadas. Mas é bom notar agora que essas meditações avançadas se correlacionam profundamente com as Imensuráveis.

Quando você fala sobre praticar meditação e desenvolver atenção plena, consciência e assim por diante, mantenha isso em mente. O que você realizou nos últimos dias dos nossos cursos é a abordagem essencial de conhecer qual é a sua natureza básica — e através disso, iluminar as qualidades naturais e universais de imparcialidade, gentileza e compaixão dentro de você.


Scroll to Top