Notice: Undefined index: options in /home/garchen/public_html/wp-content/plugins/elementor-pro/modules/theme-builder/widgets/site-logo.php on line 123
texto1 - quatro verdades 4 - institutogarchen

Texto 1: Investigando causas e gradualmente nos propulsionando para agir

A Segunda Nobre Verdade nos diz simplesmente que todas as insatisfações têm causas.

Uma vez que reconhecemos que temos uma doença, ainda temos que entender o que está causando nossa doença a fim de ficarmos saudáveis e em melhor estado. Temos que identificar corretamente a raiz da doença para que tomemos o remédio correto, pois de outro modo não ficaremos bem. De modo similar, nós temos que entender a raiz das nossas insatisfações, e a segunda Nobre Verdade nos diz sobre essa origem das insatisfações. A origem das nossas insatisfações são o resultado das ações que nós mesmos criamos e as aflições internas que permeiam nossa mente. Essas são as causas que resultam em nossas insatisfações.

Para saber se podemos ou não fazer algo sobre nossas insatisfações, facilita reconhecer o que está causando-as. Quando reconhecemos nossa situação real, reconhecendo nossas insatisfações como sendo insatisfações e reconhecendo suas causas, então nós temos uma base para fazer algo para superá-las.

Causa e efeito é uma lei natural, e não uma filosofia inventada pelo Buda. Os efeitos de nossas ações são como diferentes sementes, e o tempo de maturação e fruição final vai variar dependendo do tipo de semente e condições em que se desenvolvem. Como comparação, algumas plantas se desenvolvem e frutificam em uma única estação, enquanto outras podem levar muitos anos. Do mesmo modo os efeitos das ações amadurecem em velocidades distintas, dependendo das causas e condições conectadas a elas.

A linha causal das consequências das ações não é algo que podemos ver tão diretamente. É mais como uma força ou energia que já entram em cena quando as ações são feitas, podendo continuar a seguir e se alastrar por muito tempo.

Ganhando Força

Às vezes nós podemos entender quais são os nossos problemas. Às vezes até entendemos que estamos passando por algum tipo específico de transtorno emocional porque nossas mentes são rígidas e estreitas, pensando de forma limitada, mas essa compreensão não parece mudar nossas emoções. Nós sentimos que nossa compreensão não pode realmente afetar a maneira como nos sentimos. Mas o problema aqui é que a compreensão não é profunda o suficiente. Não só não é profunda o suficiente, como também não “marinou” durante um período de tempo suficientemente longo para gerar uma mudança potente nas nossas atitudes.

Vamos usar novamente o exemplo da saúde física para ilustrar isso. Suponha que nos sintamos fisicamente fracos, cansados e pesados o tempo todo, então nós começamos a frequentar uma academia ou clube de fitness e começamos a nos exercitar regularmente. Vamos tentar pensar nesse exemplo como uma metáfora.

Assim que iniciamos um programa de exercícios, isso não muda instantaneamente a maneira como nos sentimos fisicamente. Demora algum tempo, geralmente vários meses, antes de começarmos a sentir o efeito em termos de saúde. Porém, quanto mais tempo praticamos exercício, e ele se torna uma parte rotineira de nossas vidas, depois de um tempo isso realmente muda a maneira como nos sentimos: nós começamos a nos sentir bem. Nós nos sentimos melhor com nós mesmos e isso nos ajuda a sentir melhor na forma como lidamos com os outros.

 Algo semelhante acontece quando temos alguma compreensão do que está acontecendo dentro de nossas mentes, emoções e atitudes. Quanto mais tivermos alguma compreensão e quanto mais nos lembrarmos disso, mais profunda se tornará nossa compreensão. Então, embora a mudança emocional não seja imediata, nós começaremos a ganhar mais equilíbrio e força emocional à medida que transformamos as nossas atitudes.

 

Scroll to Top